Urgente corpo de boliviano é encontrado as margens do Rio Mamoré em Guajará-Mirim

Foi encontrado durante a tarde desta segunda-feira (13) nas o corpo de Raul Andy Céspedes conhecido como “MONITO” ou “MONO”, que havia desaparecido nas águas do rio Mamoré, durante a tarde de segunda-feira passada (06).

Raul Andy estava cruzando o rio rumo a Guajará-Mirim, na companhia de um barqueiro e uma jovem chamada “MARUYA”, e traziam cebola, que seria vendida no comércio Brasileiro.

De acordo com uma testemunha, quando eles entraram do lado brasileiro, visualizaram algumas equipes de fiscalizações, e na tentativa de evitarem a abordagem “Mono” e os demais, desembarcaram em uma ilha que faz divisa entre o lado boliviano e brasileiro, que por lá se embrenharam na mata e permaneceram escondidos.

Porém em determinado momento “MONO” e “MARUYA” resolveram atravessar o rio a nado, minutos depois do inicio da travessia “Mono” que estava com o braço enfaixado pediu ajuda de “Maruya”, mas ela já estava muito cansada de nadar, e entendeu que se voltasse para ajudar, talvez não tivesse mais fôlego para chegar à terra firme e apenas disse para ele tenha calma, e venha devagar.

Maruya seguiu nadando, mais preocupado com o companheiro e vez outra ela olhava para trás para saber se estava tudo bem com ele, Mono na tentativa de se manter vivo, afundava e emergia lentamente.

Antes de chegar ao porto dos canoeiros Maruya disse que olhou para trás e visualizou quando Mono afundou, porém não veio mais a superfície, sumindo nas águas do rio.

O corpo desse rapaz estava descendo o rio quando foi visto por barqueiros e foi puxado até as margens do rio e o Corpo de Bombeiros, foi acionado, policiais do país vizinho acompanharam o trabalho da pericia, juntamente com representantes de órgãos de fiscalizações que estão fazendo o trabalho de proteção da fronteira.

Leia também:  Dr. Neidson requer informações sobre funcionamento do Barco Hospital Walter Bartolo

 

 

Fonte: Agora Guajará

Deixe um comentário