DESMENTIDO: Áudio e vídeos sobre ‘degelo dos Andes’ e ameaça de enchente são fakes

Nos últimos dias circulam em grupos de Whatsapp de Rondônia, um áudio onde uma voz masculina, falando em espanhol, alerta para um degelo recorde na Cordilheira dos Andes e que ameaça Rondônia e as comunidades ribeirinhas com uma ‘enchente recorde’. O áudio é seguido por outro, em português, que o homem traduz e junto também são encaminhados vídeos, mostrando imagens de uma enchente.

 

O assunto vem criando pânico, e não passam de falsas informações. A Defesa Civil emitiu o seguinte comunicado sobre o episódio:
A Defesa Civil do Estado de Rondônia vêm a público manifestar-se tecnicamente acerca de um vídeo e áudios que circulam na grande rede, que noticiam sobre uma possível “cabeça dágua” vinda da Região do Departamento do Beni – Bolívia, em direção à Bacia do Mamoré.
ESCLARECEMOS QUE:
1. O vídeo em questão não ocorreu no Departamento do Beni e sim no Departamento de Sucre, que situa-se no sul do território Boliviano, não tendo, portanto, qualquer ligação com a Bacia do Mamoré;
2. A Bacia do Mamoré, que é jusante do Rio Madre de Díos e seu curso banha a cidade de Guayaramerin, em leitura de nível realizada dia 06/01/2021 encontra-se com 9,30m (nove metros e trinta centímetros) e que a leitura da série histórica do mesmo, tem seu nível de alerta em 10,50m (dez metros e cinquenta centímetros), portanto, está no dia de hoje 07/01/2021 a 1,20 (um metro e vinte centímetros) abaixo da cota de alerta, dentro da normalidade;
3. Que a situação no país vizinho, especialmente na Bacia do Mamoré está atualmente em Alerta Laranja que significa que os rios estão subindo de nível e há possibilidade de transbordamento, situação normal para o período chuvoso amazônico, inclusive em alguns afluentes estando com o sinal verde, de totalmente normal;
4. Que esta Defesa Civil encontra-se em constante contato com órgãos Nacionais e Internacionais de Previsão do Tempo, meteorologia e Hidrologia na vigilância de quaisquer alterações que possam alterar a situação de normalidade de suas bacias, implicando em perdas de vidas e patrimônios, podendo destacar entre esses órgãos: SIPAM; CENSIPAN; ANA e Serviço Nacional de Meteorologia e Hidrologia da Bolívia, os quais emitem boletins diários sobre a situação em tela.
Por fim, esta Defesa Civil Estadual encontra-se vigilante para que, caso venha ocorrer situações que mereçam a comunicação imediata à todos os possíveis atingidos, o faremos em tempo hábil para mobilização e todas as providências necessárias.
“A DEFESA CIVIL ESTÁ SEMPRE PERTO DE VOCÊ E PERTENCE A TODOS” GILVANDER GREGÓRIO DE LIMA
Comandante Geral – CBMRO Porto Velho, JAN/2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *