Concurso PF 2021: inscrições reabertas para 1.500 vagas. Veja datas!

Não conseguiu se inscrever no concurso PF 2021? A boa notícia é que agora você tem mais uma chance, pois as inscrições para a seleção da Polícia Federal foram reabertas! A retificação foi divulgada no site do Cebraspe, organizador.

Agora, os interessados têm até as 18h desta quinta-feira, 11, para se cadastrar. O primeiro passo é acessar o site da banca, pesquisa pelo edital desejado e preencher os dados necessários para inscrição.

Você já conhece os cursos preparatórios da Folha Cursos para o concurso PF?
Polícia Federal – Agente de Polícia Federal
Polícia Federal – Escrivão de Polícia Federal
Para efetivar a participação, será preciso pagar uma taxa até o dia 3 de março. Confira abaixo os valores, que variam conforme o cargo:

Agente – R$180
Escrivão – R$180
Papiloscopista – R$180
Delegado – R$250
Inscritos no programa CadÚnico, membros de família de baixa renda, ou doadores de medula óssea ainda podem solicitar isenção do pagamento.

A solicitação do benefício poderá ser feita apenas durante o período de inscrição, também no site do Cebraspe. Será preciso enviar a documentação comprobatória.

A reabertura das inscrições foi confirmada por conta de uma instabilidade no site do Cebraspe nas últimas horas disponíveis para inscrição no último dia 9.

Concurso PF tem inscrições reabertas
(Foto: Divulgação)
Concurso PF tem inscrições reabertas (Foto: Divulgação)
Polícia Federal tem remuneração de até R$24 mil
Com o edital publicado no dia 15 de janeiro, o concurso da Polícia Federal traz uma oferta de 1.500 vagas. Todas as chances são em cargos de nível superior. O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade.

Os profissionais terão uma jornada de trabalho de 40 horas semanais e contam com a seguinte distribuição de vagas por cargo:

Agente de polícia – 893 vagas
Escrivão de polícia – 400 vagas;
Papiloscopista policial federal – 84 vagas;
Delegado de polícia – 123 vagas.
As vagas oferecidas são em formato nacional, ou seja, sem distribuição por regiões. A Polícia Federal convocará de acordo com suas necessidades. A Região Norte e as faixas de fronteira são os locais com mais vagas disponíveis.

Quais os requisitos para participar do concurso?
Carreira Requisitos Remuneração
Agente Nível superior em qualquer área + CNH R$12.980,50
Escrivão Nível superior em qualquer área + CNH R$12.980,50
Papiloscopista Nível superior em qualquer área + CNH R$12.980,50
Delegado Nível superior em Direito, experiência de três anos + CNH R$24.150,74
Concurso PF aplica provas no próximo mês
A data mais esperada do concurso da Polícia Federal foi confirmada no edital de abertura. As provas objetiva e discursiva serão realizadas no dia 21 de março, um domingo.

Para agente, escrivão e papiloscopista as avaliações serão realizadas no turno da tarde com duração de quatro horas e 30 minutos. Para delegado, as avaliações acontecerão pela manhã (prova objetiva, com três horas e 30 minutos de duração) e à tarde (discursiva, com cinco horas de duração).

Os exames serão aplicados nas 26 capitais, além do Distrito Federal, podendo ter novos locais de acordo com a demanda de inscritos.

A Polícia Federal e o Cebraspe devem realizar um esquema especializado para a aplicação desses exames, muito por conta da pandemia do novo Coronavírus.

Essa primeira fase terá caráter eliminatório e classificatório. Todos os cargos terão provas aplicadas no mesmo dia e horário.

A prova objetiva será composta por 120 questões, contendo disciplinas de Conhecimentos Gerais e Específicos, que variam de acordo com cada cargo.

A prova será no estilo Certo ou Errado, tradicional do Cebraspe. Para agente, escrivão e papiloscopista a avaliação será dividida por três blocos da seguinte forma:

Prova objetiva do agente:
Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral

Prova objetiva do escrivão:
Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática

Bloco III, com 24 questões: Contabilidade Geral e Arquivologia

Concursos PF e PRF 2021: como estudar Língua Portuguesa? Veja dicas!
Prova objetiva do papiloscopista:
Bloco I, com 60 questões: Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico.

Bloco II, com 36 questões: Informática.

Bloco III, com 24 questões: Biologia, Física e Química.

Será aprovado na objetiva do agente, escrivão e papiloscopista o candidato que obtiver pelo menos 48 pontos na prova, além de, no mínimo, seis pontos no bloco I, três no bloco II e dois no bloco III.

Para o delegado serão 120 questões objetivas de Direito Administrativo Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Direito Internacional Público e Cooperação Internacional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Criminologia, Direito Previdenciário, Direito Financeiro e Tributário.

Será aprovado na objetiva do delegado o candidato que obtiver pelo menos 48 pontos na prova. O resultado da avaliação objetiva está previsto para 9 de abril.

O exame discursivo também vai variar de acordo com a carreira. Todos os cargos, exceto o delegado, realizarão um texto dissertativo de no máximo 30 linhas. O delegado, por sua vez, terá pela frente três questões dissertativas e a elaboração de peça profissional.

Quais serão as próximas etapas do concurso PF?
Além das provas escritas, os concorrentes terão pela frente:

Exame de aptidão física;
Prova oral (somente delegado);
Avaliação médica;
Avaliação psicológica;
Avaliação de títulos (somente delegado);
Prova prática de digitação (somente escrivão).
Investigação social;
Curso de formação.
Como já esperado, o teste físico será obrigatório para todos os candidatos e terá caráter eliminatório. Mas somente serão convocados para essa fase aqueles que forem aprovados na discursiva.

O exame está previsto para ser realizado nos dias 1 e 2 de maio. Serão cobrados os seguintes testes:

• Teste em barra fixa;
• Teste de impulsão horizontal;
• Teste de natação (50 metros);
• Teste de corrida de 12 minutos.

A última etapa será o Curso de Formação Profissional, realizado na Academia Nacional de Polícia, no Distrito Federal. A diretora de Gestão de Pessoal da Polícia Federal, Cecília Silva Franco, explicou como deve funcionar essa fase.

O prazo de validade do concurso PF será de dois anos, contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Fonte:Folhadirigida.com.br

Deixe um comentário