Home / POLÍTICA / Para economizar, Prefeitura e Câmara demitem comissionados e reduzem gratificações

Para economizar, Prefeitura e Câmara demitem comissionados e reduzem gratificações

Com o caixa dos municípios em crise financeira, os Poderes: Executivo e Legislativo tiveram de enfrentar o problema da forma mais impopular possível: enxugar a folha de pagamento. Já sem margem para limar mais comissionados e com os indicadores da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) acima do limite permitido ou na zona de alerta Câmara Municipal de Guajará-Mirim foi a primeira a tomar medidas em exonerar os cargos de assessores de vereadores, bem como gratificações, em seguida a Prefeitura também tomou as medidas.

O limite estabelecido na LRF para a proporção entre gastos com pessoal e receita é de 49%. O patamar prudencial é de 44,1%. Quando considerados os três poderes, o teto é de 60%. O vereador Sérgio Bouez (PSB) no dia 1º de janeiro foi empossado e eleito presidente da Câmara, devido ao cargo de prefeito estar vago, automaticamente foi empossado prefeito do município pelo período de três meses. No mês de abril deixou o cargo de prefeito e reassumiu o Poder Legislativo onde pegou funcionando, disse que o índice chegou em torno de 68% com gastos com a folha, mas as medidas foram tomadas e encerra o ano com o índice abaixo do limite.  Nessa ação o presidente alerta que irá sobrar verba que será destinada para a Prefeitura, onde a Câmara recomenda que seja gasto esse recurso na área da saúde, com medicamentos, recuperação de ambulâncias e outros. Garante que no ano de 2018 o controle será mais rígido para os ajustes sejam mantidos e o índice também.

O prefeito Cícero Alves Noronha Filho (DEM) na última semana também tomou medidas de redução de gastos com a folha de pagamento. Segundo o prefeito o corte nos comissionados foi a primeira medida para que o índice esteja em torna do limite permitido. Afirmou que recebeu a Prefeitura com o índice um pouco a cima da casa dos 64%. “Agora vamos nos reunir com nossa equipe técnica para ver se essas medidas tomadas inicialmente são o suficiente”, enfatizou o prefeito Noronha.

Assista o vídeo da matéria 

Fonte: O MAMORÉ

Comentários do Facebook

Comentários

Leia também

CONTRARIANDO O POVO, VEREADOR VOTA A FAVOR DE AUMENTO DO IPTU

Só um vereador, dentre os dez votantes, votou a favor do aumento dos valores do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: