Home / GUAJARÁ-MIRIM / Cheia do Mamoré é reconhecida como situação de emergência pelo Governo Federal

Cheia do Mamoré é reconhecida como situação de emergência pelo Governo Federal

A cheia do Rio Mamoré em Guajará-Mirim (RO), que já atinge cerca de 200 famílias, foi reconhecida pelo Governo Federal como situação de emergência na área de fronteira com a Bolívia, a 330 quilômetros de Porto Velho.
A Defesa Civil Municipal fez um Decreto na última quinta-feira (3) informando sobre a situação das famílias atingidas na região e encaminhou o documento ao Governo Federal. A publicação no Diário Oficial da União saiu nesta semana e vai beneficiar outras sete cidades do Brasil, que também estão sofrendo com desastreis naturais.
Com a situação reconhecida pelo Governo, o auxílio para os moradores atingidos com a enchente ficará mais fácil e acessível, além de ações para fazer a manutenção e recuperar os locais mais deteriorados após a água baixar.
Segundo o coordenador da Defesa Civil do município, Marcelo Alves, o nível do Mamoré atualmente está em 11,64 metros e começa a diminuir, porém a cota de inundação ainda está mais de meio metro acima do esperado, que é de 11 metros.
“O que muda com o reconhecimento do Governo Federal é que podemos solicitar recursos federais para auxiliar as famílias. O Governo Estadual está dando suporte com ajuda humanitária e estamos monitorando diariamente as necessidades dos moradores”, explica o servidor.
Pelo menos 200 famílias já foram diretamente prejudicadas com a situação. Os Bairros Triângulo e o Cristo Rei são os mais afetados, mas além deles várias comunidades rurais e aldeias indígenas também sofrem com a elevação do Mamoré.
Na última semana a Defesa Civil Estadual enviou uma ajuda humanitária de 9 mil litros de água mineral para os moradores cadastrados. Nos próximos dias está prevista a entrega de kits de higiene e cestas básicas para atender as famílias mais necessitadas.
Fonte: G1

Comentários do Facebook

Comentários

Leia também

PERIGO: BURACO EM CALÇADA DE COLÉGIO EXPÕE PESSOAS AO PERIGO

Dentre os muitos desacertos pelos quais passa a cidade de Guajará-Mirim com a atual administração, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: